Outubro/2014

Pague como puder

Por: Sylvia Barreto

Em 2009 um recorde: 56 milhões de desembarques domésticos nos aeroportos do Brasil. Um aumento de mais de 14% em relação ao ano de 2008, que até então havia sido o melhor na história para a aviação nacional. E 2010 promete ser ainda melhor que, só no mês de junho, por exemplo, as companhias aéreas registraram um crescimento de 16,81% no mercado doméstico em relação ao mesmo mês de 2009.

As companhias aéreas brasileiras têm seu papel no crescimento do número de passageiros. Elas têm feito promoções com frequência e facilitado as formas de pagamento. Se antes passagem aérea era vendida apenas para pagamento com cartão de crédito ou à vista e comprada em poucos lugares, atualmente é possível pagar parcelado no cheque ou quem sabe comprar o bilhete para o destino dos seus sonhos no supermercado da esquina e ainda pagar mais barato do que se fosse viajar de ônibus. Veja ao longo dessa matéria o que cada uma delas tem a oferecer.

Azul é campeã na hora de facilitar o pagamento de sua passagem

 

Passagens da Azul podem ser compradas em supermercados

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras começou a voar no dia 15 de dezembro de 2008, inicialmente ligando Campinas a Porto Alegre e Campinas a Salvador, em frequências diárias, sem escalas. O início da companhia aérea foi tímido, mas o seu crescimento rápido. Atualmente, a empresa conecta 27 destinos no Brasil. Em São Paulo, tem voos para Porto Seguro. A maior parte de seus aviões parte de Campinas, porém, há ônibus que levam os passageiros Azul de outras cidades até esse município completamente grátis.

Para conquista clientes, a Azul tem investido em formas inéditas de pagamento e parcelamento de passagens aéreas. Em julho, ela lançou o Azul Crédito, um conjunto de facilidades na hora de comprar passagens. Uma delas foi a introdução da chamada prática do parcelamento recorrente em cartões de crédito, que debita a cada mês o valor da parcela e não o valor total da compra (que às vezes pode ultrapassar o limite disponível do cartão). O parcelamento recorrente com cartões poderá ser feito em até quatro vezes sem juros e de 5 a 8 vezes com juros de 2,5% ao mês.

Ou seja, se você compra uma passagem de R$ 400 e divide em quatro parcelas de R$ 100, não ficará bloqueado R$ 400 do seu cartão de crédito, mas apenas R$ 100 a cada mês até você terminar de pagar, assim, o seu limite disponível de compras não fica comprometido como acontece quando há parcelamentos a vencer. Quem preferir o modo usual, ou seja, aquele no qual o valor total da compra é bloqueado no cartão, pode pagar de uma a seis vezes sem juros ou em até 12 vezes com juros.

Débito em conta corrente e boleto bancário

Outra nova forma de pagamento é o parcelamento com débito em conta corrente. O valor da parcela é debitado mensalmente da conta corrente do cliente. de julho.

“Queremos que mais e mais pessoas possam viajar com a Azul, por isso, desde que começamos a operar, temos estudado maneiras de facilitar o parcelamento”, disse David Neeleman, fundador da Azul. Para ele, embora muitas pessoas já possuam cartão de crédito, nem sempre o limite é suficiente para comprar a passagem aérea ou ainda quando a pessoa parcela fica impedida de fazer novas compras até voltar a ter limite, uma vez que no modelo tradicional, mesmo com a compra parcelada, o valor integral é deduzido do limite do cartão de crédito.

Para quem não quer comprar no cartão de crédito, a Azul oferece a opção de parcelamento no boleto bancário em até quatro vezes sem juros e de cinco até dez vezes com juros. Nessa forma de pagamento, é preciso que o cliente selecione a data da viagem, no mínimo, com 10 dias de antecedência. Quanto mais cedo programar sua viagem, em mais vezes poderá parcelar. Fique atento: no dia do embarque é preciso que 50% do valor da passagem já tenha sido pago. Os boletos são enviado ao e-mail do cliente um dia antes do vencimento.

Outra opção que a Azul oferece é o pagamento com cheque, que poder ser à vista ou em até dez vezes. Também é necessário que o comprador tenha pagado até 50% do valor da passagem até o dia do embarque. Nesse modo, o comprador não deve ter restrições no SPC e Serasa.

Passagens no supermercado

Além das formas de pagamento, a Azul ampliou o número de locais de vendas de passagem. Desde o dia 9 de agosto, os clientes da companhia aérea podem adquirir seus bilhetes em supermercados. A empresa fechou parceria com a rede de cyber-offices, a YesNet, instalada nos principais supermercados de São Paulo, Campinas, ABC, Vale do Paraíba e Baixada Santista. Ao todo, são 32 pontos de vendas.

Tanto nos supermercados, quanto no website da Azul, a compra de passagens pode ser parcelada em 60 vezes com o Banco do Brasil ou em 48 vezes com o Bradesco.

Com a chegada aos supermercados, é possível comprar passagens da Azul em São Paulo, por exemplo, em lojas como o Wal-Mart Pacaembu, Wal-Mart Indianópolis, Wal-Mart Vila Guilherme, Wal-Mart Vila Leopoldina, Wal-Mart da Vila Prudente (Shopping Central Plaza), Extra Brigadeiro, Extra Itaim, Extra Cidade Dutra, Extra João Dias, Extra Penha, Extra Interlagos, Extra Ricardo Jafet, Carrefour Limão, Carrefour Penha e Carrefour Villa Lobos. Em Guarulhos, no Wal-Mart, Carrefour e no Shopping de Guarulhos. Em Campinas, as vendas estão disponíveis no Extra.

Além disso, na região do ABC, a venda de passagens da Azul está no Extra de Mauá e no Extra de São Caetano. Na Grande São Paulo, as passagens estão à venda também no Compre Bem Embu e no Extra Taboão. No Vale do Paraíba, no Extra Colinas e no Wal-Mart, ambos de São José dos Campos. Na Baixada Santista, supermercados de Santos, São Vicente e Cubatão também têm o serviço disponível.

Informações: www.voeazul.com.br

Tam: passagens nas Casas Bahia e Ivete Sangalo porque voar é para todos

 

A Tam tem quiosques nas Casas Bahia para venda de bilhetes aéreos. Crédito: Marcio Jumpei

A companhia Tam é líder no mercado aéreo no país. Voa para 44 destinos só no Brasil. As operações para o exterior abrangem voos próprios para 18 destinos nos Estados Unidos, Europa e América do Sul. E, para cada vez mais se aproximar do consumidor, em agosto a empresa instalou estandes de venda de passagens em filiais das Casas Bahia.

Nessa primeira fase de implantação do estandes, a Tam está nas filiais das Casas Bahia da Praça Ramos, da Vila Nova Cachoeirinha e de São Mateus, em São Paulo. Nelas, é possível parcelar o valor das passagens em até 12 vezes, no cartão ItaúCard/Tam, ou no cartão de crédito das Casas Bahia, bandeiras Visa e Mastercard. A parcela mínima é de R$ 20.

"A Tam é para todos. O fortalecimento da economia brasileira nos últimos anos aumentou o poder de consumo no país. É preciso provar para essa nova classe média que o conforto de voar não é mais um privilégio de poucos", afirma Líbano Barroso, presidente da companhia aérea. "Para isso, vamos atuar em várias frentes: pontos de venda espalhados por todo país, começando por São Paulo; novas linhas de financiamento; campanha publicitária; e produtos voltados a esse novo público", completa.

A Tam passa também a vender passagens no site das Casas Bahia, o próximo passo é colocar estandes em mais lojas da rede varejista. Essas não são as primeira ações que as duas empresas fazem juntas, a companhia aérea esteve presente em duas edições consecutivas da Super Casas Bahia, evento realizado anualmente no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Ivete e novos produtos

Outra medida da Tam para atrair os clientes foi colocar a cantora Ivete Sangalo em sua nova campanha publicitária. "Por falar com todos os públicos e ter os atributos que desejamos, Ivete vai tornar acessível a mensagem que desejamos passar para os novos públicos que queremos atingir. Essas são as primeiras ações. Outras virão", afirma Manoela Amaro, diretora de Marketing da companhia. "Todas as peças publicitárias exibem preços e possibilidades de parcelamento para mostrar que viajar de Tam é possível", complementa.

A Tam também tem novos produtos, desenhados especialmente para os novos clientes que quer atrair. O Giro Tam, por exemplo, é destinado a universitários. Um único bilhete permite fazer três paradas antes de chegar ao destino final.

A companhia aérea também desenvolveu mais canais de relacionamento com o cliente. O site www.tam.com.br/comoviajar está no ar desde 8 de agosto e tem vídeos com conteúdo didático destinados especialmente aos passageiros que nunca viajaram de avião. Uma cartilha impressa com informações para quem voa pela primeira vez também começa a ser distribuída nos aeroportos.

Mais barato que ônibus

Mas possibilitar que o sonho de uma viagem se torne realidade vai muito além. A Tam faz outras ações para facilitar a compra de passagens, uma delas é reduzir o preço dos bilhetes fora dos horários de pico. A companhia aérea explica que 75% de seus passageiros viajam a negócios, sendo que eles se concentram entre nos voos entre 7 e 10 horas e 16 e 20 horas. Os passageiros que viajam a lazer e procuram por melhores preços, portanto, podem ser direcionados para frequências no começo da tarde e à noite. Entre 10 e 17 horas e entre 20 e 6 horas, viagens de avião pela empresa geralmente oferecem valores mais acessíveis e que até competem com o valor dos ônibus.

A Tam explica que um bilhete aéreo comprado com antecedência de três a seis meses para uma cidade a mil quilômetros de distância tem preço semelhante ao de uma passagem de ônibus. Isso sem contar o tempo de viagem e os gastos nas paradas com alimentação e banho.

Se a companhia aérea tem investido em publicidade e ampliado seus pontos de venda, não deixou de lado a facilidade na hora de pagar. As compras com cartões Tam Itaucard podem ser parceladas em até 10 vezes sem juros. Quem tem crédito aprovado no Banco do Brasil e no Itaú Unibanco pode esticar ainda mais os prazos de pagamento, dividindo as passagens em 48 vezes, com juros a partir de 1,99% ao mês.

Informações: www.tam.com.br

Voe fácil em até 36 vezes com a Gol

 

A Gol abriu a primeira loja Voe Fácil em São Paulo

A Gol é a segunda maior companhia aérea do país, voa para 50 destinos que conectam todas as cidades do Brasil e 12 mercados internacionais na América Latina e Caribe. Ela tem um programa único no mercado brasileiro, o Voe Fácil, um cartão usado apenas para a compra de bilhetes da empresa. Ele possibilita a compra de passagens em até 36 vezes. Foi criado em novembro de 2005 para promover a inclusão de clientes no mercado de aviação civil comercial. A ideia do projeto é atender um público que, até então, não tinha acesso ao transporte aéreo. Atualmente, o Voe Fácil conta com uma base de cerca de 2 milhões de clientes cadastrados.

Para participar do programa Voe Fácil é necessário preencher uma proposta no site da Gol. Uma vez aprovada pela empresa, os clientes receberão o cartão do Voe Fácil e uma senha própria em alguns dias. As compras com o cartão do programa são realizadas pelo site da companhia e o pagamento pode ser dividido em até 36 vezes, em parcelas a partir de R$ 15. O cliente pode ainda optar por imprimir o boleto diretamente do site ou recebê-lo pelo correio. Não há limite de compras, cada uma delas é aprovada ou não no momento que o cliente finalizar seu pedido.

Para facilitar a compra de passagens, a Gol aposta ainda em lojas físicas. Em dezembro de 2009, a empresa inaugurou a primeira loja Voe Fácil. Ela está localizada no Largo 13 de Maio, zona sul de São Paulo, região comercial da classe média brasileira, que conta com um dos maiores terminais de trem e ônibus da cidade, Há previsão de abertura de mais unidades ainda em 2010.

A Gol não parcela os bilhetes aéreos apenas no Voe Fácil, mas também nos cartões American Express, Diners, Hipercard, Mastercard e Visa em até 6 vezes sem juros com parcela mínima de R$ 45, ou em até 12 vezes com juros de 2.99% a.m, com parcela mínima de R$ 10.

Informações: www.voegol.com.br

Pagamento em cheque, boleto e financiamento bancário são as apostas da Webjet

 

A Webjet apresentará novidades no parcelamento de passagens ainda no segundo semestres

Nascida em 2004, a Webjet voa para dês capitais brasileiras. Ano passado, a companhia aérea passou por reformulação da marca e começou esforços para atrair novos clientes. Um deles foi ter formas de pagamento facilitada.

Atualmente, por meio do portal da Webjet é possível realizar a compra de sua passagem aérea à vista, via boleto bancário, ou em qualquer cartão de crédito, parcelado em até seis vezes.

Nas lojas da empresa nos aeroportos o cliente pode fazer um financiamento em até 18 vezes, com cheque, através do Banco Fibra. Nesse tipo de pagamento há uma taxa de 2,79% ao mês e mais uma taxa de cadastro de R$ 20, cobrada na primeira parcela da compra.

Para facilitar ainda mais o crédito, no segundo semestre começa a operar uma parceria entre a Webjet e os bancos Bradesco e Banco do Brasil. Por meio dela, será possível adquirir passagens em até 36 vezes e também fazer o pagamento online, à vista, via transferência.

Informações: www.webjet.com.br

Na Trip passagem é parcelada em até 60 vezes

A Trip Linhas Aéreas Brasileiras tem mais de 12 anos no mercado brasileiro e seu foco são os voos regionais. Conta com 34 aeronaves e opera em mais de 70 cidades em todo o Brasil. Desde janeiro deste ano, a companhia e o Banco do Brasil fizeram um acordo que beneficia correntistas do BB na compra de passagens áreas. O pagamento dos bilhetes pode ser feito com financiamento em até 60 vezes, por meio de linhas de crédito pré-aprovadas pelo banco.

Passagens parceladas em até 60 vezes para clientes Trip

Os passageiros Trip, correntistas do Banco do Brasil, têm condições facilitadas de pagamento como taxas de juros abaixo do valor de mercado, a partir de 1,99% ao mês, carência de até 180 dias para inicio do pagamento da primeira parcela.

A ação é mais uma aposta da Trip para continuar o crescimento acentuado apresentado nos últimos anos. “Estamos muito satisfeitos com essa parceria. A iniciativa oferece a muitos brasileiros, dentre eles os das classes C e D, a oportunidade de voar, com condições de pagamento compatíveis a seus orçamentos. Dessa forma, podem planejar mais viagens por ano”, diz Evaristo Mascarenhas de Paula, diretor de Marketing e Vendas da Trip Linhas Aéreas.

Esta forma de pagamento está disponível para compras de passagens efetuadas nos pontos de venda da Trip Linhas Aéreas nos principais aeroportos do país. No momento do pagamento basta utilizar o cartão Ourocard Visa ou Visa Eletron e solicitar o financiamento pela opção CDC. Maiores informações disponíveis no site voetrip.com.br.

Informações: www.voetrip.com.br

Passaredo atua na aviação brasileira desde 1978

Passaredo: passagem aérea a preço de ônibus

A Passaredo atua desde 1978 no no Brasil com voos regionais. Ela atende mais de 20 cidades, muitas delas, no interior de São Paulo. A companhia aérea explica qe a substituição do ônibus pelo avião é especialmente vantajosa quando se trata de cobrir longas distâncias. Uma passagem para Recife (ES) partindo de Ribeirão Preto (SP) de Passaredo, por exemplo, pode ser adquirida a partir de R$249 em uma viagem que irá durar três horas. Caso a pessoa escolha fazer esse mesmo trajeto de ônibus, a passagem irá custar R$368, sendo que a viagem levará 43 horas.

A Passaredo permite que seus clientes dividam as passagens aéreas em até três vezes nos cartões de crédito.“Hoje ficou muito mais simples voar, mesmo que algumas vezes o passageiro pague um pouco mais caro pelo preço da passagem, no final acaba compensado pelo tempo e pelo conforto que o avião proporciona”, afirma Ricardo Cagno, diretor de Planejamento da Passaredo Linhas Aéreas.

Informações: www.passaredo.com.br

Desenvolvimento: SOCCI Comunicação Integrada | Design: ZAP Stúdio